Um Conjunto de Especialidades Adequadas a cada Doente

Dentisteria

A Dentisteria é a área da Medicina Dentária responsável pela estética e restauração de dentes fracturados, bem como a restauração de dentes com lesão de cárie. O tratamento é realizado com materiais que substituem a estrutura do dente perdido. Dentro dos tratamentos na área da Dentisteria destacam-se os branqueamentos dentários, as reconstruções com resinas compostas directas e indirectas (Inlays/Onlays), facetas e restaurações estéticas.

Branqueamento dentário

O branqueamento dentário trata-se de uma técnica que, sem desgastar o dente, torna-os mais claros, tudo isto devido a um processo de oxidação dos pigmentos dos dentes, segundo o qual o branqueador epenetra na superfície do dente e liberta moléculas que provocam a descoloração.
Os dentes podem ficar manchados devido a vários factores:
  • Ingestão regular de alimentos tais como: café, chá, Coca-Cola, vinho tinto ou outros com alto teor de corantes.
  • Com a idade
  • Fumar
  • Manchas por tetraciclinas ou alguns outros antibióticos dados durante a formação dos dentes em criança
  • Manchas por ingestão de flúor (ingestão elevada de flúor leva a manchas de vários tipos)
  • Outras doenças sistémicas durante a fase de formação dos dentes
  • Dentes desvitalizados ou que foram traumatizados há algum tempo
Podemos branquear os dentes externamente de duas maneiras:
  • Em casa: através da utilização de uma goteira confeccionada na clinica á medida da boca do paciente. Esta serve para colocar o gel branqueador e depois colocar na boca. O gel tem uma duração aproximadamente de 4 horas. Deve ser utilizado todos os dias ou em dias alternados durante 7 a 15 dias.
  • No consultório: onde é colocado o gel directamente sobre a superfície dentária, este é activado com uma luz e cada sessão dura 15 minutos. A quantidade de sessões necessárias varia de pessoa para pessoa.
Ambas as técnicas podem ser complementares, dependendo de cada caso. Quando utilizadas em conjunto, o efeito mantêm-se por mais tempo. Ter em atenção que tanto uma como outra técnica exige a consulta pelo seu Médico Dentista, pois podem levar a danos irreversíveis, tais como queimaduras na gengiva, mucosa adjacente e hipersensibilidade extrema.
Existe também o branqueamento interno que só é possível efectuar em dentes desvitalizados. Normalmente estes dentes com o tempo escurecem, ou dentes que tenham sido submetidos a trauma necrosam/morrem o que leva a um escurecimento súbito, estes dentes respondem muito bem ao branqueamento interno.

Cirurgia Oral

A Cirurgia Oral é a especialidade da Medicina Dentária responsável pelo diagnostico e tratamento cirurgico de patologias ou anomalias na cavidade oral. Os procedimentos mais frequentes são a exodontia (extracção) de dentes, incluindo a de dentes do siso, remoção de quistos e o tratamento de lesões.

Endodontia

Este procedimento designa-se por Tratamento Endodôntico, popularmente conhecido como Desvitalização.
A Endodontia é a especialidade da Medicina Dentária que se dedica ao tratamento da patologia da polpa ou nervo dentário. Cada dente possui um sistema de vasos sanguíneos e nervos, conhecido como polpa dentária. Esta polpa dentária encontra-se no interior do dente, estendendo-se a cada uma das raízes através dos canais radiculares. Se a polpa dentária se encontrar infectada por bactérias (por uma cárie extensa, trauma dentário, doença das gengivas,…), os tecidos nela existentes (vasos sanguíneos e nervos) necrosam, “morrem”. Pode ainda formar-se um abcesso que tende a invadir tecidos vizinhos, causando dor e inchaço. Assim, torna-se necessário remover a polpa dentária, eliminar as bactérias e desinfectar os canais, que serão devidamente selados ou tapados para que não ocorra nova infecção.

Higiene Oral-tratamento periodontal preventivo

A consulta de Higiene Oral destina-se à prevenção de todas as patologias orais, e à manutenção dos tratamentos realizados nas outras especialidades da Medicina Dentária.
Nesta consulta é realizado um diagnóstico para rastreio da cárie, doenças das gengivas e outros problemas que possam existir nos dentes e na boca. É também feita a remoção de tártaro e placa bacteriana através de uma destartarização, alisamentos radiculares e polimento das superfícies dentárias.
Dependendo de cada doente, o Higienista Oral poderá proceder à aplicação de selantes de fissura, flúor e produtos para a sensibilidade dentária. No final da consulta, levará consigo todas as instruções e indicações teóricas e práticas para a melhoria da sua saúde oral e prevenção de patologias orais.
O principal objetivo desta consulta é a promoção da saúde e prevenção de doenças orais, a manutenção dos tratamentos realizados e uma melhoria estética que permitam um sorriso mais bonito e saudável ao longo do tempo. As visitas regulares ao dentista / higienista oral são um fator determinante na manutenção dos seus dentes, de forma a evitar tratamentos mais invasivos e dispendiosos.
A frequência das consultas é determinada pelo Higienista ou Médico Dentista, estando dependente da predisposição individual para a cárie dentária ou problemas gengivais.

Periodontologia

A Periodontologia é a especialidade da Medicina dentária que trata as doenças das gengivas.
Os sinais dessa inflamação são a alteração da cor, que passa de cor de rosa a encarnado, o inchaço, a tendência para o sangramento, e por vezes a dor e até o descarnar das mesmas.
Quando essa inflamação não é controlada, o osso por debaixo das gengivas começa a ser corroído, os dentes ganham mobilidade e podem até soltar-se do ossoapresentando já, nestes casos, uma Periodontite, Está provado que pacientes com doença periodontal têm um risco maior para desenvolver problemas cardiovasculares e renais, e quando são diabéticos, a inflamação periodontal dificulta o controlo da diabetes.
Quando este tipo de patologias é diagnosticado, importa que o Higienista oral ou Médico Dentista averigue quais as causas da mesma.
As doenças periodontais (gengivas), são bastante frequentes e afectam o sistema de implantação e suporte dos dentes nos maxilares. Estes tecidos são o osso, a gengiva e o ligamento  que une o dente ao osso. Actualmente, as doenças periodontais ou de gengivas são uma das principais causas de perda de dentes nos adultos.

Implantes Dentários

Obtenha o melhor resultado estético sem comprometer a parte funcional. Após uma rigorosa avaliação multidisciplinar, utilizamos as técnicas mais actuais e a mais avançadas.
Implantes dentários osseointegráveis são parafusos de em titânio puro que são colocados dentro dos ossos maxilares, funcionando como uma fixação para diferentes tipos de próteses dentárias, de um único dente, de vários dentes, ou até mesmo de todos os dentes. Os pacientes costumam confundir implantes com próteses fixas; na realidade, implantes servem para substituir as raízes dos dentes, em situações de perda ou impossibilidade de aproveitamento destas.

Ortodontia

A Ortodontia é o ramo da medicina dentária que se dedica ao diagnóstico, prevenção e correcção do mau posicionamento dos dentes e dos maxilares. recorrendo ao auxílio de aparelhos ortodônticos fixos e/ou removíveis especialmente concebidos para o efeito. Os dentes tortos, desalinhados ou que não encaixam correctamente, além de inestéticos e muitas vezes responsáveis pela diminuição da auto-estima de muitas pessoas, trazem outras desvantagens tais como:
  • maior dificuldade em realizar a sua higiene oral aumentando a possibilidade de aparecimento de cáries dentárias, problemas gengivais e mau hálito
  • desgastes irregulares das superfícies dentárias
  • aumento da possibilidade de perda prematura de alguns dentes
  • maior stress nos músculos mastigatórios e/ou alterações nas articulações temporo-mandibulares que podem provocar dores de cabeça, pescoço ou costas
O tratamento ortodôntico permite benefícios como:
  • o aumento da auto-estima através da melhoria da estética da face e do sorriso
  • uma higiene oral mais correcta e consequentemente uma boca mais saudável
  • aumento do tempo de vida util dos dentes
  • uma boa função mastigatória, muscular e da articulação dos maxilares melhorando a saúde e o bem-estar geral.

Oclusão

A Oclusão é o ramo da Medicina Dentária que trata as relações de mordida entre os maxilares e as suas implicações com as estruturas anexas. Ou seja, a forma como os dentes se relacionam entre si.
Para se obter uma oclusão normal é necessário que os maxilares e os dentes se relacionem de uma forma estável e ideal, para que não haja patologia ou lesão em zonas articulares. Uma oclusão incorrecta pode levar a alterações patológicas da articulação temporomandibular, podendo causar disfunções .Estas disfunções podem ter como consequência dores de cabeça ou pescoço, alterações de postura, ruídos articulares (estalidos), zumbidos no ouvido, limitação de abertura da boca, desgaste nos dentes e dificuldades na mastigação.

Próstodontia (Protese dentária)

Esta área da Medicina Dentária é uma das mais valorizadas, uma vez que permite a devolução de dentes outrora perdidos e, consequentemente, a estética e a função. São muitas as possibilidades de tratamento que a Prostodontia pode oferecer: soluções fixas ou removíveis, sobre implantes ou sobre dentes, totais ou parciais. Sem dúvida que as soluções fixas são a melhor solução de tratamento para recuperar dentes perdidos e as razões são várias. Não só permitem uma estética e função excelentes, como aumentam a segurança e auto-estima características de dentes naturais saudáveis.
A Prostodontia tem por objectivo reabilitar ou manter a função oral do paciente restaurando a mastigação, estética e fonética através da utilização de facetas, coroas e/ou próteses dentárias.
Os procedimentos mais frequentes em Prostodontia incluem a realização de tratamentos fixos como facetas, coroas ou próteses parciais fixas sobre dentes ou implantes podendendo os mesmos ser unitários, parciais ou totais. Os tratamentos podem também ser removíveis, parciais ou totais, através da utilização de próteses acrílicas ou esqueléticas.
A nossa clinica proporciona-lhe as melhores soluções.

Sedação Consciente

O medo, a ansiedade e experiências dolorosas levam muitas vezes a evitar uma consulta de Medicina Dentária.
A Medicina Dentária atual disponibiliza uma variedade de técnicas com o objetivo de eliminar a ansiedade, o medo e o reflexo de vómito quase por completo, quer em adultos como em crianças. A sedação consciente com protoxido de azoto é uma técnica utilizada na Sintra Dental Clinic praticamente 100 % de êxito em relação ao medo, fobia, stress e reflexo de vómito acentuado.. É utilizada com o objetivo de eliminar a dor ou expetativa de dor, permitindo ao paciente ficar muito mais relaxado.
Esta técnica consiste na administração do gás através de uma máscara nasal, cuja dosagem é controlada por um aparelho e pelo médico. Durante a administração do gás, e para sua maior segurança, o paciente é monitorizado através de aparelhos que registam seus sinais vitais, batimentos cardíacos, oxigenação do sangue e pressão arterial. É uma técnica segura tanto em adultos como em crianças.

Odontopediatria

A Odontopediatria é uma especialidade da Medicina Dentária vocacionada para o tratamento de crianças, adolescentes e pacientes especiais (portadores de deficiência). Tem como objectivo manter a dentição decídua (dentes de leite). A conservação dos dentes decíduos tambem é importante para o desenvolvimento da fala e da mastigação nos primeiros anos de vida. A primeira consulta deve ser realizada quando os primeiros dentes “de leite” nascem. A criança deve visitar o dentista de 6 em 6 meses, no entanto se existir um risco de cárie elevado esta periodicidade pode ser mais curta. O odontopediatra tem uma importância fundamental no atendimento da criança, pois esta necessita de uma atenção especial, para que a visita ao dentista não se torne traumática. É fundamental que o odontopediatra reduza os niveis de ansiedade e o medo da criança, proporcionando um ambiente agradável e familiar.

Saúde Oral na Grávida

Durante a gravidez, ocorrem uma série de acontecimentos e alterações que poderão condicionar a saude oral da mulher.
A mudança da dieta, alterações hormonais, o fator psicológico e alteção das rotinas de higiene oral, podem potenciar o aparecimento de doênças orais como a gengivite, cárie dentária ou periodontite.
O diagnóstico e o tratamento da saúde oral na grávida são de estrema importância não só na saúde da mulher como do recém nascido.
A grávida pode e deve realizar qualquer tratamento dentário, mesmo que necessite de anestesia, pois uma infecção oral é mais prejudicial para o bebé do que o tratamento dentário. Idealmente deve ser realizada uma consulta de medicina dentária antes da gravidez, de modo a diagnosticar qualquer tipo de problema, afim de evitar infecções orais durante a gravidez.

Tratamento multidisciplinar

O tratamento multidisciplinar, consiste na conjugação das várias especialidades dentárias e na interação entre todo o corpo clinico e especialistas, de forma a que no mais reduzido espaço de tempo, o paciente retome todas as suas funções orais de forma satizfatória; realizando todos os tratamentos necessários após um estudo e diagnóstico exaustivo de cada caso.